Buscar
  • Ariel

SEXO TÂNTRICO: 8 DICAS INFALÍVEIS

Para começarmos o entendimento do sexo tântrico é importante ressaltarmos a essência do tantra em si, que consiste em uma filosofia milenar onde trabalha o corpo como um instrumento da expansão da consciência, aceitando todos os nossos sentimentos e também manifestações de prazer. No tantra a liberdade e o amor são pilares fundamentais que nos levam a nossa verdadeira essência criadora.

Com o sexo, não é diferente, praticantes de tantra nunca começam uma relação sexual apenas com o objetivo final do orgasmo, mas sim como observadores de todo o caminho. Seria como apreciar toda viagem e não apenas o seu destino. Adentrar em seus próprios corpos de maneira profunda e intensa. O tantra nos ensina a estar no aqui e agora, sem nenhuma preocupação com o momento seguinte e aproveitar ao máximo esta presença e tudo o que este instante pode nos oferecer. Por isso amantes tântricos são capazes de ter relações sexuais por dias, tendo múltiplos ou nenhum orgasmo, mas permitindo que o seu corpo vivencie um prazer inesgotável. É importante um alinhamento do casal para que ambos estejam abertos a experimentar um modo diferente de encarar a vida e também o sexo, seguem algumas dicas tântricas para ajudar nessa construção: 1- Preparem os seus corpos: Alimentem-se na véspera e no próprio dia de maneira mais natural e leve. Tomem banho para que se sintam confortáveis, escolham roupas leves e se possível pratiquem meditação (juntos ou separados), não subestimem o poder da nossa mente e das nossas emoções. Busquem o equilíbrio mental. 2- Preparem o ambiente: O tantra é místico e ao mesmo tempo busca na natureza sua harmonia. Para isso deixem o ambiente diferente e pensado para este momento especial: acendam velas, aromas, optem por roupas de cama mais leves e limpas, escolham uma boa trilha musical. Tudo na vida é cuidado e atenção, são detalhes pequenos que trazem ao ambiente uma energia diferente que levará o casal a uma sintonia ainda mais intensa. 3- Comecem pelos olhares: a filosofia tântrica trabalha todos os níveis sensoriais, muitas vezes não nos damos conta da potência da nossa visão. Olhem-se profundamente, sem falar nada, apenas reverenciando o outro, sentindo sua energia, respiração, batimentos cardíacos e muito amor. 4- Dancem: o movimento ajuda a trabalhar os níveis energéticos e estimular a kundalini. Sintam o corpo um do outro, o cheiro, o gosto e movimentem-se livremente sentindo a música penetrar em seus corpos. 5- Respiração: Sentem-se nus de frente um para o outro, unam as testas e deixem as bocas bem perto uma da outra, apenas sintam o ar entrando e saindo. Evitem se beijar nesse momento. Apenas deixem os lábios entreabertos e sintam esta vibração do ar. Se conseguirem, façam um exercício de deixar o ar do outro entrar na sua boca e devolver em seguida e o parceiro(a) repete o mesmo exercício. 6- Cheirem: O olfato desperta ondas cerebrais intensas e conexões duradouras, sintam o cheiro um do outro de maneira instintiva e natural. Percebam como isso traz presença e ao mesmo tempo aumenta o grau de excitação. 7- Degustem-se: Momento de sentir o gosto um do outro, isso vai muito além do sexo oral, mas abrange o corpo todo. Cada um vai dar um verdadeiro banho de língua no corpo todo do outro. Aproveitando sem pressa cada pedacinho, lambendo, beijando, cheirando e degustando o corpo com um todo. Sem julgamentos, preconceitos ou "nojinho". O corpo é belo e a aceitação é o primeiro passo para trazer um caminho de plenitude e prazer. 8- Maithuna: Nesta posição inicial do sexo sagrado tântrico, o homem fica sentado e a mulher senta-se de frente abrindo as pernas e introduzindo o pênis na vagina. Ao invés de começarem as movimentações mais intensas, procurem apenas sentir o corpo um do outro. A mulher deve fazer contrações com a vagina e o homem contrair o períneo. Momento de extrema conexão e presença. União do feminino e do masculino em perfeita harmonia e amor. A partir daí guiem-se pelos cheiros, sons, movimentos, instintos e estejam numa unicidade genuína, sentindo o outro como sendo você. Tornando-se de fato uma só energia. Vocês perceberão que adentram num portal de tempo e sensações totalmente único e particular. Aproveitem este momento de entrega e desfrutem a potencialidade orgástica que o sexo tântrico traz, pois une ainda mais o casal e proporciona uma vida a dois cheia de amor, cumplicidade e desejo.

Não se enganem: o sexo é reflexo da vida fora da cama e o oposto também é verdadeiro. Reconectem-se: Pratiquem o Tantra.


Vamos continuar evoluindo? Clique aqui e descubra mais sobre a Massagem Yoni: Fonte de Prazer e Libertação.

ResponderEncaminhar


1,005 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo