Buscar

O OLHAR DO TANTRA

Existem pessoas que vêem beleza em tudo não é mesmo? A vida segue leve e até dos aborrecimentos elas conseguem trazer coisas boas e levar bons ensinamentos. Isso demonstra o seu interior. Da mesma forma que o oposto também é verdadeiro: geralmente quem está de mal com a vida só consegue ver maldade, injustiças e tristezas em tudo que o cerca, porque o seu interior está cheio de mágoas, ódio e ressentimentos.

Diria que a vida é neutra, nós é que colocamos o significado e emoção para cada acontecimento. Assim, podemos dizer que a beleza está muito mais nos olhos de quem vê do que no objeto admirado. Ou ainda que é um espelho e reflete tudo que já existe dentro de nós. Eu identifico a maldade no outro porque de certo modo também está presente em mim. Não é comum vermos pessoas dizendo umas para outras: "Não me meça com a sua régua." Porém, é impossível se não mudarmos a nossa percepção e o nosso interior.


Qual lente você olha a vida? Alegria, compaixão, amor e beleza??

O tantra te traz esta reflexão e este olhar interno. Porque a nossa cura sempre começa por dentro e somos os únicos que podemos nos curar.


Nossos rituais resgatam estes sentimentos nobres de amor, respeito e compaixão que te farão aflorar a sua beleza interior e fazer a sua vida fluir em diversos aspectos.


Se permita e faça a sua reserva.


Quer continuar evoluindo? Clique aqui e leia mais um texto feito com amor para você.





14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Black Instagram Icon

Unidade Moema: Alameda dos Jurupis, 435 - Moema- (Menos de 10 minutos do Aeroporto de Congonhas)

Escritório Administrativo e para venda de franquias: Alameda dos Jurupis, 455 Conj: 56

Telefone: (11) 94803-5819/ (11) 2506-0598 (ligue apenas se procura por massagem tântrica)

 

 

© 2021 por Conexão do Tantra (todos os direitos reservados)

 NÃO oferecemos sexo !!! Entre em contato APENAS se procura por sessões de massagem tântrica terapêutica.

Atendimentos apenas  no nosso centro tântrico. NÃO atendemos em domicílio (Não insista !).