Buscar
  • Ariel

SOLIDÃO OU SOLITUDE? ENTENDA A DIFERENÇA

A solidão existe ou é algo que criamos?


Será que estar sozinho realmente é sinônimo de solidão, ou é curtir sua própria companhia?

Esse é um questionamento difícil de se fazer, afinal, cada um tem uma percepção diferente

sobre a vida, uma visão que torna como sua verdade.

A solidão pode ser definida como: Estado de quem se acha ou se sente desacompanhado,

só e/ou isolado.


Já a solitude que podemos citar aqui, refere-se a um estado de privacidade de uma pessoa,

não significa, propriamente, estado de solidão, é geralmente um estado de escolha da

pessoa, está associado a sentimentos positivos, à alegria em estar só.


Ou seja, a solidão é uma condição de sofrimento, dor, tristeza, sentimento de vazio, é o

desejo de ter a companhia das pessoas, e a solitude é um estado positivo, voluntário, onde

podemos meditar, refletir sobre nossa vida e decisões.


Sabemos que vários fatores podem desencadear esse processo de solidão, de vazio e que

quando passamos a alimentar esse sentimento em nós, podemos gerar vários outros

processos negativos, entre eles a dificuldade de se relacionar com outras pessoas, medo

dos julgamentos e vazio existencial.


Não é necessário estarmos sozinhos para sentirmos solidão, muitas vezes estamos

rodeados de pessoas e não conseguimos interagir, nos sentimos sós, incompatíveis com

tudo que nos cerca.


Muitas vezes, a solidão acontece, porque não encontramos pessoas com as

mesmas escolhas, valores, coisas semelhantes, ou então, após a perda de um ente

querido e/ou uma desilusão amorosa.


Quando a solidão se torna um problema?

A partir do momento em que não conseguimos ficar bem sozinhos, que sentimos a

necessidade da companhia de outras pessoas o tempo todo, então passa a se tornar um

problema, pois passamos a viver na dependência do outro, passamos a enxergar que

apenas o outro é capaz de nos fazer feliz, criamos uma dependência emocional, onde

começamos a nos submeter a qualquer situação que as pessoas nos impõe, passamos a

não ser flexíveis a mudanças.


Ser ou estar introspectivo por um período, não é problema, mas estar sempre assim, nos

coloca a frente de uma situação auto destrutiva.


Aspectos da Solitude.

O ser humano é um ser social, portanto, não podemos nos isolar por completo da

companhia das pessoas.


A solitude é um momento para despertarmos a nossa espiritualidade, nos conectarmos a

nós mesmos, as nossas ideias e refletirmos.


É aquele momento em que conseguimos ficar sozinhos, sem a distração das pessoas, onde

colocamos nossa criatividade em prática, ela é muito necessária para nos desenvolvermos como seres mais completos.


Nossa vida é tão corrida, que não encontramos tempo para nós, não me refiro ao tempo

que ficamos nas redes sociais, mas sim aquele momento em que nos desconectamos do

mundo, isso é essencial para nossas vidas.


A solitude, usada da forma correta nos ajuda a colocar as peças de nossas vidas no devido

lugar, nos trás uma visão sobre mudanças, crescimento e desenvolvimento, e ela pode

acontecer quando:

● Meditamos,

● Nos desconectamos das redes sociais e curtimos nossa companhia,

● Saímos da cidade para o campo,

● Pensamos na própria postura em momentos de conflito e tensão,

● Focamos nossa atenção em nossos limites e possibilidades, expandindo nosso

leque de possibilidades.

Entre outros aspectos.

A solitude não diz que você precisa ir contra se socializar, mas sim, que você deve aprender

a lidar com esse momento de estar sozinho e saber que você não precisa ser dependente

de alguém para ser feliz e tomar suas escolhas.


Tantra é o caminho para conexão e libertação.

O Tantra é uma filosofia comportamental de característica matriarcal, sensorial e

desrepressora.


A prática do Tantra tem por objetivo o desenvolvimento integral do ser humano, no aspecto

físico, mental e espiritual.


O Tantra é uma terapia que te ajuda a se conectar com o seu eu, a se conhecer, a

transcender: é amor, é afeto. Quando você inicia às práticas do Tantra, você passa a

entender, a sentir o que seu corpo fala, a se conhecer e se aprofundar em si mesmo (a).


É possível perceber a transformação do ser adormecido, da pessoa mecânica que nos

transformamos ao longo de nossas vidas, para um verdadeiro ser, mais iluminado e conectado.


E quando passamos a ter consciência do nosso verdadeiro eu, dos nossos sentidos,

conseguimos compreender que somos os únicos responsáveis pela nossa própria felicidade, por nossas escolhas e que nossa vida não está no outro.


As projeções no outro passam a não existir mais, vemos o outro como alguém que ficará

feliz com as nossas conquistas e não como o dono e/ou responsável por elas.


Quando você se conecta com o tantra você consegue se libertar da solidão, percebe a

importância de ser o principal protagonista da sua história, ou seja, cria-se o hábito de

trabalhar a solitude.


Conseguimos nos libertar das crenças limitantes, das couraças que foram criadas por uma

cultura patriarcal e aprendemos a trabalhar nossa energia vital, com nossas emoções e

desvendamos a essência da natureza.


Sabemos que é um processo gradativo, mas transformador, você passa a ser fiel a sua

essência e consegue enxergar que o amor deve estar em primeiro lugar.


É possível elevar a mente a níveis de expansão inimagináveis e compreendemos que a vida pulsa diversas oportunidades e começamos a valorizar e identificar cada uma delas com alegria e gratidão.


Essa conexão é única e irreversível.


Texto escrito pela terapeuta Debby.


Quer continuar evoluindo. Clique aqui e leia mais um texto lindo sobre O Tantra.





8 visualizações0 comentário
  • Black Instagram Icon

Unidade Moema: Alameda dos Jurupis, 435 - Moema- (Menos de 10 minutos do Aeroporto de Congonhas)

Escritório Administrativo e para venda de franquias: Alameda dos Jurupis, 455 Conj: 56

Telefone: (11) 94803-5819/ (11) 2506-0598 (ligue apenas se procura por massagem tântrica)

 

 

© 2020 por Conexão do Tantra (todos os direitos reservados)

 NÃO oferecemos sexo !!! Entre em contato APENAS se procura por sessões de massagem tântrica terapêutica.

Atendimentos apenas  no nosso centro tântrico. NÃO atendemos em domicílio (Não insista !).